Cidade do Rio de Janeiro passa a exigir comprovante de vacinação em hotéis e restaurantes

A Prefeitura do Rio de Janeiro ampliou a exigência de comprovação de vacinação para vários ambientes fechados e atividades coletivas na cidade por conta da preocupação com a nova variante ômicron. A medida, publicada hoje no Diário Oficial do Município, já está em vigor e valerá para residentes e turistas.

Atualização 3/12: a prefeitura voltou atrás e liberou a comprovação de vacinação em shoppings, táxis e carros por aplicativo. 

Onde será exigido o comprovante de vacina no Rio de Janeiro?

  • Bares, lanchonetes, restaurantes e refeitórios em áreas internas ou cobertas
  • Táxis e carros de aplicativo
  • Boates, casas de espetáculos, festas e eventos em geral
  • Hotéis, pousadas e aluguel por temporada, como Airbnb e Vrbo
  • Shopping centers e centros comerciais
  • Salões de beleza e centros de estética

Além disso, nos locais onde o comprovante já era exigido, a obrigação se mantém:

  • Academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento, clubes e vilas olímpicas
  • Estádios e ginásios esportivos
  • Cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação
  • Museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in
  • Conferências, convenções e feiras comerciais

Quem deve apresentar a comprovação de vacinação?

A vacinação a ser comprovada deve ser completa (1ª e 2ª doses ou dose única), exceto quando o cronograma vacinal para a idade do indivíduo indicar algo diferente. Na cidade, toda a população de 12 anos ou mais precisa ter tomado a 2ª dose.

Quais documentos são válidos para comprovação da vacina?

O Certificado de vacinação do Conecte SUS ou o cartão de vacinação impressos pelas secretarias municipais ou estaduais de saúde do Brasil ou do exterior.

De acordo com a Prefeitura, o controle ficará a cargo dos estabelecimentos privados. E a partir da próxima semana as multas começarão a ser aplicadas para quem descumprir a determinação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você gosta de escrever? Seja um colaborador do site!

Clique aqui para mais informações